Pelo menos 13 mortos em tiroteio em escola russa – autor usava símbolos nazistas

Segundo as autoridades, várias pessoas foram mortas ou feridas quando tiros foram disparados em uma escola russa na cidade de Izhevsk na segunda-feira. De acordo com a mídia russa, o Ministério do Interior da República Udmurt falou de 13 mortos e 20 feridos. Alexander Brechalov, o governador da república, relatou:

“Na Udmúrtia hoje houve uma tragédia em Izhevsk na escola 88. Um homem não identificado invadiu a escola e matou um segurança, isso já é conhecido.”

O Comitê Investigativo da Federação Russa informou que dois guardas de segurança, dois professores e sete crianças foram mortos. Uma declaração diz:

“O agressor da escola de Izhevsk usava uma camiseta preta com símbolos nazistas e uma balaclava. Ele cometeu suicídio. Sua identidade será estabelecida.”

O jornalista e político russo Alexander Chinštein relatou:

“O homem que abriu fogo na escola de Izhevsk estava armado com uma pistola de festim modificada para disparar munição real.”

Conforme confirmado pelo Ministério do Interior da região, o autor cometeu suicídio, inicialmente sem informações sobre os antecedentes do crime. Em homenagem às vítimas do tiroteio na escola de Izhevsk, a Udmúrtia declarou luto nacional até 29 de setembro.

Mais sobre o assunto – O que está por trás do surpreendente aumento da delinquência juvenil nos Estados Unidos?



Source link