Relatórios: As receitas de combustíveis fósseis da Rússia excedem os custos da operação militar

O custo estimado da guerra na Ucrânia está bem abaixo das receitas de exportação de combustíveis fósseis da Rússia, vários meios de comunicação ocidentais citam como um análise de dadosreportar.

As receitas da Rússia com as exportações de combustíveis fósseis nos primeiros seis meses da guerra na Ucrânia excederam em muito o custo da operação especial, disse o relatório. Conforme anunciou na terça-feira o Centro de Pesquisa em Energia e Ar Limpo (CREA), com sede na Finlândia, a receita no período foi equivalente a 158 bilhões de euros. Por outro lado, os custos da guerra são estimados em cem bilhões de euros.

A análise registrou as exportações de petróleo, gás e carvão entre 24 de fevereiro e 24 de agosto deste ano, avaliando dados de transporte marítimo e dutoviário. Estes mostraram que a UE foi o maior comprador dos suprimentos com 85 bilhões de euros, seguido pela China com 35 bilhões de euros. A Alemanha é o segundo maior comprador mundial.

O Ocidente está ciente de que só pode sair vitorioso da crise na Ucrânia se os preços vertiginosos do petróleo e do gás puderem ser contidos. Os altos preços nos mercados de matérias-primas durante o conflito na Ucrânia significaram que a Rússia conseguiu obter lucros maiores do que antes, apesar dos menores volumes de exportação.

Mais sobre o assunto – Cortejando por mais petróleo – o presidente dos EUA, Biden, precisa da ajuda da Arábia Saudita na guerra da Ucrânia



Source link